Corrida Histórias de quem corre

Da caminhada a corrida

Eu me apaixonei pelo perfil da Karina no instagram, mas não imaginava a história linda de paixão pelo esporte e pela corrida, ou ainda por todos os passos que ela deu até chegar aqui, até nos inspirar diáriamente com essas fotos de tirar o fôlego, descubra o passo a passo da Karina da caminhada a corrida a sua paixão.

Obrigada Karina por me inspirar, pela paciência e pelas lindas fotos de sempre

Minha história de amor com a corrida começou há 2,5 anos. Mas muito antes disso eu fazia caminhadas na esteira diariamente na frente da TV assistindo dois episódios de seriados americanos de 42 minutos cada.
Da caminhada a corrida paixão

Totalizavam 9k. E esta atividade estava diretamente vinculada a escola das crianças. Explico: a esteira fica na garagem e toda vez que levava meus filhos pra aula na volta descia do carro e já subia na esteira. Ou seja, eu passava

longe dela sábados, domingos, feriados e férias! Sou publicitária de formação mas trabalho administrando a clínica médica do meu marido.

Isto significa trabalhar sentada o dia todo. Eu me sentia obrigada a fazer a tal da esteira pra consciência não pesar tanto. Mas numa viagem em abril de 2013 a Punta del Este resolvi fazer a minha caminhada no calçadão da praia e observei todo tipo de pessoa.

Adolescentes, velhos, crianças, cachorros e alguns corredores. Comecei a prestar atenção neles e de fato eram mais bonitos.



GIF 728x90 - Fitness

Bonitos no sentido da harmonia total. Sarados, com ritmo pra correr.

Senti uma invejinha. Pensei comigo, posso otimizar meu tempo de caminhada e ter o mesmo resultado se correr metade do tempo, ou posso correr o mesmo tempo e queimar o dobro de calorias. Hummmmm. Mas claro os primeiros trotes não duravam 1 minuto sequer e depois precisava de uns 10 pra recuperar o fôlego.

Aos poucos fui aumentando o tempo do trote e diminuindo o tempo da caminhada até que consegui correr o percurso todo e aqueles dois  episódios de séries americanas que totalizavam 9k viraram 13k.

Começaram a aparecer músculos que eu nem sabia que existiam. Pequeno detalhe: tenho 46 anos. Sabe o que significa descobrir isso na minha idade? Pois é. Nesse meio tempo me apaixonei pelo Instagram e comecei a seguir corredores já que não conhecia nenhum na vida real. Depoisprocurei uma nutricionista pra me auxiliar a comer bem. O mundo da corrida despertou minha vontade de nutrir o corpo com alimentos saudáveis. Outro detalhe: sempre comi mal. Paladar bem infantil.

Próximo passo foi procurar um treinador pra fazer um trabalho bem feito pois estava emagrecendo muito e perdendo massa muscular também. Só que eu não curto academia e tenho alguns equipamentos em casa. Achei uma ótima opção:

Personal à distância. Nos vimos algumas vezes e há 1,5 anos esta querida amiga me passa as planilhas de treino por e-mail e nos falamos por WhatsApp sempre que surge alguma dúvida. Como eu viajo bastante passo o feedback diário dos treinos e ela faz os ajustes conforme necessário. Há um ano estreei em corridas de rua e em setembro fiz minha primeira meia maratona.

Comecei os treinos para correr uma inteira em 2016. Se o Drauzio Varela correu a primeira dele aos 50 anos sem nunca ter corrido 100 metros e hoje aos 72 já correu mais de 22, por que eu não posso?

Comecei a correr pra me manter magra, eu que sempre briguei com a balança. Mas encontrei uma paixão que nunca podia imaginar a esta altura da  minha vida. Meus filhos hoje estão com 19, 20 e 22 anos e como não preciso mais ficar choferando as “crianças” sobrou mais tempo pra me dedicar a corrida. E hoje treino todos os dias.

Faço treino de força e pilates. E as folgas são alternadas. Ou seja todo dia tenho alguma atividade pra fazer. Pulo cedo da cama com o maior prazer! Amo correr!Da caminhada a corrida

Amo essa vida nova que descobri aos 44 anos e não pretendo largar tão cedo! Vim da caminhada a corrrida para ficar.

 Para os amantes da corrida e da fotografia, convido a me seguirem no instagram @karina_helfenstein , onde uni as minhas duas paixões

“correr e fotografar” nas mais incríveis paisagens.

Comments

comments

Post Comment

Translate »

Ao continuar no site, você está aceitando o uso de cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close