Corrida

A maratona de Paris, por Correndo na Europa

A maratona de Paris, por Correndo na Europa. Já faz um tempo que eu acompanho a Marcela @correndonaeuropa no Instagram, pensa numa pessoa mega astral, que posta sempre fotos lindas, com um sorriso que dá alegria até naquele dia que você está um azedume… É a Marcela, hoje ela está passando aqui no blog para contar da experiência dela correndo a Maratona de Paris que sonho né? Dá uma lida nos detalhes e sente a emoção.

Beijão Ana #corracomigo

“Quem me conhece faz tempo sabe que muitas vezes no passado eu dizia: “Eu nunca correria uma Maratona, acho uma loucura! Não passo dos 21 km!”

E como o mundo realmente dá muita volta e a gente muda muito hoje eu estou aqui escrevendo pra contar que desde o último domingo (06/04/2014) eu me tornei MARATONISTA!

Depois das últimas Meias Maratonas que fiz no Brasil em Julho de 2013 decidi fazer os 42,195 km. Na mesma época já tínhamos tomado a decisão de vir morar na Europa e como Paris na minha opinião é a cidade mais linda do mundo, não foi difícil decidir onde seria a corrida!!

Antes de vir pra Alemanha conversei muito sério com o treinador sobre a decisão e começaram os treinos.  Ainda no segundo semestre de 2013 os treinos eram constantes, mas muito mais leves e não tão longos, até dezembro a maior distância que corri foram 18km, mas a partir de Janeiro a coisa ficou MUITO séria e eu também coloquei na minha cabeça que tinha 3 meses pra fazer a coisa bem feita, me dedicar e atingir a minha meta. A cada final de semana eu melhorava o pace e atingia uma nova distância: 24…26…30 km!!! Sim, foi o máximo que treinei e foi o que me deixou mais ansiosa antes da prova: Ok eu só corri 30km e vou chegar lá no dia e fazer 42km, como? Será que dá? Vai doer? E por aí vai…

20240460

Mas vamos ao que interessa…

Sábado dia 05 de Abril já estávamos em Paris e eu e meu marido participamos da Breakfast Run, uma provinha de 5km que a organização da Maratona prepara no sábado para que os corredores façam um trote leve Pré Prova e as famílias e amigos possam participar também! Pagamos 5 Euros e ganhamos uma camiseta e uma bandeira do nosso País. Foi mais uma brincadeira do que uma corrida, mas super animada, gente do mundo todo, num clima ótimo!

Terminada a Breakfast Run fomos para a Expo pegar meu Número de Peito e Chip. A feira aconteceu no Parc de Expositions de Paris perto da estação Port de Versailles e era Gigante!!

Stands de muitas marcas esportivas, organizações de outras maratonas…um verdadeiro paraíso!!! Deu vontade de comprar tudo, mas na realidade estava tudo bem caro.

Depois de um dia cheio e animado na linda Paris, hora de dormir..como não costumo ter problemas com o sono dormi a noite toda e acordei com o despertador!

SIM, chegou o grande dia e eu custei a acreditar nisso, na verdade parecia um sonho. Depois do ritual, GEL, roupa e Café da Manhã, partimos pra Champs Elyseés onde seria a largada, já no metrô começamos a entrar no clima…estava completamente cheio de corredores!!!

E foi só sair da estação do metrô pra dar de cara com um mar colorido de gente! Naquela Avenida maravilhosa com um céu azul lindo…tinha como ser melhor?

A largada foi separada em blocos de acordo com o pace dos corredores e ela realmente estava muito bem feita e controlada. Entrei na minha baia, hora de me despedir do marido..olho encheu de água, mas segurei e fui.

20056918

Ficamos pelo menos uma hora ali aguardando a largada …e finalmente nosso bloco começou a caminhar e sim….foi dada a largada…..A Champs Elyseés era toda nossa naquele dia ensolarado e lindo!

Depois de tanto esforço agora era a hora de administrar tudo junto ao mesmo tempo e não pirar! Olho no Pace pra não forçar demais logo de cara, passada acertada, lembrar dos pontos de hidratação e reposição de energia com todos os géis.

Descemos a Avenida toda, passamos pela Place de la Concorde, Rue de Rivoli, tudo incrível, cheio de gente na Rua torcendo e gritando Allez! Allez! As crianças esperando nós passarmos e batermos nas suas mãos…famílias inteiras com cartazes esperando pra ver seus familiares e darem apoio. Primeiros quilômetros deliciosos, pace encaixado…passamos pelo primeiro ponto de hidratação e aí mais um ponto positivo para a prova: A água era entregue em garrafinhas, o que facilita muito a vida do atleta! A cada ponto eu pegava duas garrafinhas, bebia um pouco de uma na hora e deixava a outra pra tomar com o Gel.

A cada 4 ou 5 km a gente passava por bandas de vários tipos…tinha de tudo: gente tocando música Africana, Samba, banda de Rock …além de milhares de pessoas fantasiadas …a prova é definitivamente super animada! Tem torcida quase o tempo todo e muita música!!! Há quem diga que a prova tinha gente demais, sim eu achei bem cheia, mas nada que tenha me incomodado muito, foram poucos os trechos em que isso me atrapalhou.”

Continua aqui


Comments

comments

Post Comment

Translate »

Ao continuar no site, você está aceitando o uso de cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close