Corrida Relatos de Provas

Relato da meia maratona de Lisboa, tudo sobre o evento.

Vai participar da meia maratona de Lisboa, saiba sobre a organização do evento e outras dicas:  Quando finalmente chegou o dia da meia maratona de Lisboa tomamos um café da manhã cedo duas horas e meia antes da corrida  (isso é super importante, pois assim você já vai ter feito a digestão quando a corrida  começar) com aquele toque de carboidrato, incluindo pão com geléia que falam que é ótimo para dar energia para a corrida.

Como ainda não havíamos usado transporte público, estávamos com um pouco de dúvida sobre como chegar no lugar que seria a largada, a ponte 25 de abril.

Semanas antes da prova, recebemos um email que informava que o transporte público seria a melhor maneira de chegar até a ponte e que ele seria gratuito a todos os participantes da meia maratona,. Por isso saímos do hotel direto para a estação de Metrô do Marquês de Pombal que era do lado do hotel e para a nossa surpresa tinha gente sinalizando o metrô correto para os “maratonistas” entrarem, inclusive quando tivemos que trocar de linha tinha gente para ajudar, sem contar que o metrô estava tomado de corredores impossível de errar.

(P.s algumas fotos, as marcadas säo do FB oficial da meia de Lisboa https://www.facebook.com/MeiaMaratonaLisboa)

Imagem
Meia maratona deLisboa (Facebook)

Imagem

Imagem

Imagem

Ao chegar na parada do metrô de onde saia a meia maratona, ainda se tem que andar uns 10 minutinhos, é só seguir os outros participantes, este ano a camisa da meia era azul então na nossa frente tinha nuvem de tanta gente de azul com a camisa oficial da corrida, normalmente eu corro com uma camisa escrito Ana Brasil, mas esse ano corri com essa da Dinamarca que ganhei do meu marido que é dinamarquês.

No inicio da corrida me irritei um pouco com o povo que tava andando no meio dos que queriam correr, é um desperdício de energia ficar desviando dos outros, eu teria colocado quem estava andando para começar pela esquerda e os corredores pela direita ou feito o início da prova separado por ondas de velociade como já acontece em muitas outras provas, por que depois de um tempo com a diferença de velocidade das pessoas tudo se resolve, mas como eu estava decidida a aproveitar a vista fantástica que só a meia de Lisboa proporciona, deixei para lá e pensei sou lenta mesmo vou aproveitar a vista e me concentrar em receber a minha medalha no final.

O visual da prova é fantástico e a organização também, tinha muita água e powerade pelo trajeto, eu sempre olho o trajeto da meia maratona (assim como a previsão do tempo ) com antecedência para me decidir quantas vezes eu vou pegar água ou powerade, mas procuro ser flexível se eu estiver com sede pego onde tiver, mas o meu intuito com a água é mesmo tirar o foco dos 21k, eu acabo dividindo a prova em quatro de 5K então na minha cabeça a cada 5k eu bebo água, então quando eu saio de um posto e penso mais 5k e eu posso beber água novamente ou se estiver cansada ando uns segundos bebendo a água e contunuo, o que é uma boa idéia para quem tem o joelho de corredor e para tirar o peso mental de correr 21k.

Imagem
Meia Maratona Lisboa foto do facebook
Imagem
Meia Maratona Lisboa foto do facebook
Imagem
Meia Maratona Lisboa foto do facebook

Uma  vantagem dessa prova é que eles estavam dando as garrafinhas de água então não tinha necessidade de parar para andar enquanto se bebia algo, mas por outro lado acho que teve muito desperdício de bebida, até tentei correr com uma garrafinha, mas numa prova longa você acaba ficando desconfortável.

Os primeiros 10k foram tranqüilos, mas os últimos 8k foram duros, corremos contra o vento, estava morta também pela falta de treino (aqui nevou muito o inverno inteiro e estava tão frio -6 e -8 na maioria dos dias o que tornou impossível para mim passar mais de 1hora e 20min na rua correndo e simplesmente não consigo correr muito tempo na esteira, o que já prometi para mim mesma que vou aprender depois do que sofri nesta meia maratona), depois dos 19 k eu queria parar, chorar, e tava com dor em tudo quanto é canto, mas eu terminei, e amei a medalha é linda, a mais bonita das 4 que tenho (duas de Copenhague e uma de Berlin).  (Este post é da meia maratona de 2013 e foi escrito em Abril de 2013, originalmento publicado no blog de viagens Planningmytravels.com)

Imagem
Meia Maratona Lisboa medalha
Imagem
A dor é temporária o orgulho de terminar a prova é para sempre!

Depois da meia, sim eu estava com bolhas gêmeas nos pés mas só tirei foto de uma (para não assustar vocês), fomos direto para a casa dos Pastéis de Belém porque estávamos merecendo ela fica uns 100 metros da linha de chegada da meia de Lisboa.

Chegando lá a fila do takeaway estava imensa, então descartamos a hipótese de comprar e ir para o hotel,  ficamos ali, já eles não tem um sistema organizado para a fila, “secando” quem estava pagando a conta, assim conseguimos uma mesa relativamente rápido e eu pude me acabar nos Pastéis de Belém que são MARAVILHOSOS e no bolinho de bacalhau, Thomas amou também o croquete que ele já tinha provado e não aprovado no Brasil no Belém tem mesmo um outro sabor e a massa é perfeita

Imagem

Vale a pena conhecer a casa dos pastéis de Belém até o café é perfeito, e atendimento também é muito bom, uma maravilha para compensar os 21K.

Imagem
Belém Lisboa

 

Vale a pena participar desta prova.

E ai gostou do post ou está pensando em fazer esta prova? Compartilha o nosso texto com os amigos, ficou com dúvida ou tem alguma prova que você gostaria de obter mais informações?  Conta nos comentários que pode ser que eu consiga alguém que já foi para contar como é p gente.

O site oficial dos 21k de Lisboa é www.meiamaratonadelisboa.com

Bons treinos, e #corracomigo

Vai correr uma meia maratona aqui tem um guia completo incluindo duas planilhas para você concluir o seu sonho com muita garra, compre por apenas 10 reais.


Comments

comments

2 Comments

  1. Que post lindo Ana, adorei ler tudo e nunca imaginei que teria tanta gente assim, muita gente mesmo participando, quem sabe um dia não estarei lá. 😉

    Reply

Post Comment

Translate »

Ao continuar no site, você está aceitando o uso de cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close