Histórias de quem corre Motivação diária Outros Esportes Relatos de Provas

Você é um Ironman

“Ana você é um Ironman”, como eu sonhei com esta frase este ano, e como este ano foi complicado…

Quando decidi fazer essa prova eu nem sonhava no que me aguardava, em todas as provações que eu teria que passar para chegar até aqui, não só provações físicas como o treino, mas desafios mentais que eu teria que superar para conseguir treinar.

O Ironman 70.3, também conhecido como meio Iron é uma prova longa de triatlo, são 1900m de natação, 90k de bicicleta e 21.1 de corrida, e para se preparar ela exige muita de dedicação e força de vontade. Os treinos são duros e longos, nos sábados às vezes tinha que passar mais de 3 horas na bicicleta sozinha e chegando em casa sair imediatamente para correr de 10 a 20 minutos, dureza…

Quando eu me inscrevi nesta prova, eu tinha uma idéia romântica do que era o triatlo, eu já corria há uns quatro anos, e tinha voltado a nadar de vez em quando, mas já tinha participado de duas provas em águas abertas de 2000m, pedalava uns 15k de vez em quando como transporte, então eu pensava, agora é só aprender a andar na bicicleta com pedal de click e treinar, mera ilusão…

Eu simplesmente não tinha noção de como a combinação dos 3 esportes exige do corpo uma força enorme, e da mente muito foco e concentração, quando eu recebi a planilha, sim eu decidi treinar sozinha (a louca), meus horários estavam meio loucos, e como são muitos treinos durante a semana eu não queria perder tempo com transporte, ter que carregar a bike para lá e para cá ou ter que esperar por determinado horário para encontrar com os outros, a minha idéia era acordar cedo, ou usar os horários que eu tivesse tempo para encarar os treinos.

você é um Ironman

Eu tinha uma idéia que seria complicado treinar sozinha (mas não impossível podemos tudo que queremos, não é?), que ia exigir demais, mas que com foco dava para fazer, já que eu moro perto da super ciclovia e tem um lago lindo para correr aqui perto de casa, a única coisa que estava pegando era mesmo a natação, já que não é aconselhado nadar sozinha em águas abertas.

você é um Ironman

Fiz uma pesquisa pelo Facebook e acabei achando um grupo que nadava 2x na semana tipo uns 18km de casa, e resolvi arriscar, os treinos eram sempre na quarta a noite ou no domingo de manhã, eu sabia que nem sempre daria para ir quarta a noite, mas no domingo eu tentei ir sempre religiosamente e foi com esse grupo maravilhoso que eu nadei os meus primeiros 3000m e você pode se peguntar, se na prova você vai fazer apenas 1900m para que esse exagero?

você é um Ironman

O exagero também foi feito nos treinos de bike, muitos do treinos era para ser apenas 80k e eu fazia 90k, seguidos de 15 min de corrida, ou os treinos que eram 90k eu fazia 105k e corria 15min depois, para matar mesmo, mas pelo fato de eu ter sofrido aquele acidente lembra (leia sobre o acidente aqui e ter corrido a maratona toda ferrada – leia sobre a maratona aqui ). Eu não conseguia fazer os treinos de corrida, simplesmente não conseguia correr mais do que 4 k ou 5 k, e com o tempo quando atingi o pico do treino e via na planilha “corrida 18k ou 20k”, eu me apavorava de medo de não conseguir ficar pronta para enfrentar a prova.

você é um Ironman

Toda vez que eu saia para correr na semana eu pensava hoje vão ser 10k, eu corria 5k ou no máximo 7k e a dor chegava, eu parava imediatamente, voltava para casa frustrada e se tivesse tempo completava os km andando. Um dia consegui correr 12k, aí na semana seguinte a dor voltou com tudo, e o desespero vinha com tudo também querendo tomar conta da minha mente.

Para completar no meio dessa confusão, o angu desandou em casa e resolvemos nos separar, num momento destes você fica esgotado emocionalmente e passa a fazer um balanço do que você quer para a sua vida no futuro, os seus pensamentos ficam loucos, e não tem vontade de fazer nada. Eu demorei para contar para os amigos e família o que estava acontecendo, não sabia como contar e queria ter certeza do que eu estava fazendo.

E foi ai que vocês entraram na onda também, tinham dias que eram difíceis, que o futuro parece incerto e a única certeza que eu tinha naquele momento era que eu tinha que cumprir aquela planilha adaptando o melhor que eu pudesse para aguentar a falta do treino da corrida.

Lembro-me de um sábado que eu acordei com vontade de nunca mais sair do quarto e tinha que fazer os meus primeiros 100k de bike, não tinha suporte mental, ou alguém para me dizer levanta e vai que você consegue,  resolvi escrever no Instagram, recebi vários recadinhos lindos me incentivando a ir, guardei na mente e fui, lembrei de cada mensagem de apoio e fiz não apenas 100k, mas 104k e ainda corri, senti a energia de vocês alí comigo acreditando que eu conseguiria.

você é um Ironman
Foto desse dia inesquecível meus primeiros 100K

Semanas depois ainda não estava conseguindo correr e num momento de desespero eu coloquei na minha cabeça que eu ia ficar forte o suficiente com a bike e a natação, que eu já tinha corrido uma maratona com dor, que eu ia engolir o choro e continuar no dia da prova, no confia e vai mesmo.

Neste intervalo desisti de correr na rua nas próximas 2 semanas fui para o deep running e na semana seguinte fui para Helsinki (leia sobre o passeio aqui) e não cumpri nada da planilha, mas andava o dia todo em Helsinki, e fiz uma corrida para ver a cidade de apenas 4.k.

você é um Ironman
Essa foto foi da minha corridinha.

Voltei para casa desse passeio muito descansada, e depois de uns dias resolvi ver o que conseguia correr na rua, fui sem pretensão com uma garrafinha pequena que encaixa nessa blusa da RonHill e consegui correr 15k sem dor nenhuma não tava acreditando ( e tava morrendo de sede hahah) eu poderia ter corrido mais, tava bem, mas não queria arriscar, eu só pensei que alegria se for apenas 5k com dor tá tudo em casa eu vou consegui terminar isso.

Na véspera da prova, eu já tinha lido todo o guia do atleta e ainda me sentia um pouco perdida na forma de como arrumar aquele monte de sacolas, resolvi fazer uma lista mentalizando tudo que eu usei durante os treinos, são 3 sacolas e Ironman, jesus é muita tralha que tem que levar (vou fazer um post de como arrumar as sacolas).

No dia da prova acordei cedão às 5 da matina e comecei a me arrumar quando ouvi o barulho do Whats app, um amigo acordou junto para ficar ali comigo antes da prova mesmo estando em outro país, esse tipo de apoio dá um gás muito grande, olhei as mensagens de apoio de muitos nas mídias sociais, celular e fui. (Ridículo falar isso mas eu tava meio nervosa e não consegui ir no banheiro de jeito nenhum hahaha quem treina sabe o quanto isso é importante em dia de prova).

amanhecendo para a prova
amanhecendo para a prova

Helsingør é a cidade que tem o castelo de Hamlet ou Kronborg que é o nome dá nome a este Ironman, já que tudo é feito tendo o castelo como ponto de referência, ela fica uns 50 km de Copenhagen, e eu sabia que as amigas que queriam muito ir né Ana Paula? Não poderiam ir, que seria complicado pois é longe, caro e difícil de ir sem carro, mas Thomas e o pai iriam me ajudar, e a minha ex chefe também falou que ia, sem contar numas amigas que o Triatlo me presenteou, uma ia participar e as outras duas iriam apenas torcer.

Às 8 da manhã toca a sirene e a prova começa o espaço da natação tava apertado para tanta gente era tapa e muita  pernada durante o percurso todo, estávamos nadando um em cima do outro, e a prova tinha o curso Australiano então na metade tinha que sair da água correr 50 m e entrar novamente, na hora de entrar novamente umas gurias param na minha frente demorando para entrar com medo de pular na água, aquilo me irritou, mas eu pensei Ana lembra do que você prometeu para você mesma?

  • “Essa é a sua prova, você não está sentindo dor, de última hora tudo deu certo e você vai curtir e sorrir do início ao fim”. Saí da água com frio, mas com um sorriso no rosto primeira parte done.

você é um Ironman

Sai para a bike, no guia dizia que o percurso era todo liso, mas uma amiga tinha me alertado que tinha um monte de ladeiras, desanimar jamais.  Vamos que vamos, o percurso era lindo ia pela praia e por dentro de uma reserva na floresta, eu curti cada minuto, lá pela metade do percurso eu comecei a ver muita gente com pneu furado e só pensava, já deu muita merda no treino essa é a minha prova, eu vou escapar, já basta o vento, estava ventando muito e estava aumentando a intensidade com o tempo, depois de 75k, já estava ficando nervosa com o vento na minha cara e os 10 últimos k foram intermináveis, mas nada de se estressar bora sorrir até o final.você é um Ironman

você é um Ironman P1070722 P1070721

Terminou e eu escapei do pneu furado YAY ALEGRIA, alegria, sai para a corrida aquele desconforto conhecido, e eu só pensava daqui há uns 3k passa… Transição é isso mesmo, e fui correndo no meu pace normal, depois de 7k aquela vontade de ir ao banheiro começa pqp.

ultimos 2k de bike estresse com o vento e cara de poucos amigos
ultimos 2k de bike estresse com o vento e cara de poucos amigos

você é um Ironman você é um Ironman

Toca aqui
Toca aqui

Não sabia se parava ou continuava, decidi continuar e parei de consumir gel e passei a atacar as bananas, eu tava coberta de sal e vi as crakers depois de uns 12k, OMG que idéia idiota comer aquilo sem estar acostumada, aumentou muito a dor e depois de 15k eu já não conseguia sorrir um sorriso sem ser falso para as câmeras de tanta dor o pace diminuiu em mais de 1 min por km, e a minha barriga começou a inchar muito.

Abraço suado e emocionado
Abraço suado e emocionado
alegria é uma abraço suado
alegria é uma abraço suado

você é um Ironman

Num momento passando pelo castelo umas meninas dançando se toca que eu sou Brasileira e gritavam go go Brasil sempre que eu passava além de muita gente que via a bandeirinha no meu número ou sabia o que BRA significa. Pensava no que tinha passado para chegar até aqui e continuava.

Relato da prova do Ironman em Kronborg Copenhague
Relato da prova do Ironman em Kronborg Copenhague

3k para acabar a dor aumenta MUITO, parei numa estação de bebida e comida não conseguia nem andar mais, parei peguei um redbull bebi devagar e vem uma menina me ajudar, quer ajuda? quer que eu chame alguém?  e eu pensei é isso? Eu vou passar mal aqui com 3k faltando para terminar? Desculpa o palavrão mas foda-se! Eu vou correr e fui, apaguei não sentia nada, quando entrei no corredor com o portal no fundo, o coracão começa a bater mais forte, acelerei o passo e ouvi: Lá vem ela Ana Audun do Brasil, você é um Ironman (um meio mas sou).

Essa foi a minha foto preferida.
Essa foi a minha foto preferida.
Acabou feliz e cansada demais
Acabou feliz e cansada demais

você é um Ironman
Alegria que não cabe no peito, nada é impossível!

* Gostaria de agradecer a Newline Sport http://www.newlinesport.com uma marca esportiva dinamarquesa, que é patrocinadora da seleção de triatlo da Dinamarca e me presenteou com o macacão que usei na prova, ele é o uniforme oficial dos atletas dinamarqueses, para participar como embaixadora no evento, não que eu mereça  pois sei que essa roupa é para profissional, mas foi uma grande honra usar no meu Ironman, ainda mais com as iniciais do Brasil.

Comments

comments

15 Comments

  1. Nossa, que lindo depoimento amiga, adorei, fiquei emocionada com todas essas fotos maravilhosas, eu quero muito participar de algo assim, vc eh minha inspiração. Bjs!!

    Reply
  2. Gata, eu acompanho o IG faz tempo, mas na correria da vida quase nunca entro aqui no blog. Vim aqui pra ler seu depoimento e fiquei mt emocionada! Parabéns! Espero um dia poder fazer um meio iron tb (mas preciso ganhar mais intimidade com a bike pra isso rs)… Fique com Deus e continue arrasando! Bjs!

    Reply
    1. Author

      Intimidade com a bike ai meus deus hahaha, você consegue, é só ter foco, vou colocar mais detalhes do treino e como se preparar para que todos consigam. Muito obrigada pelo comentário e por participar seguindo. Beijo e bom finde.

      Reply
  3. Num guento!!! Dizer q vc é guerreira é pouco!! Ana, Nao Tenho palavras para expressar a alegria, emoção e orgulho sim, q sinto por vc. PARABÉNS. Sua forca é incrível.

    Reply
  4. Ana, são relatos como os seus que inspiram aqueles que começaram há pouco tempo, mas que sonham alto em vencer os mais diversos desafios. Todos somos capazes, basta ter sempre foco, perseverança e disciplina. Parabéns por seu blog, que sempre acompanho, e parabéns pela vitória no 70.3!

    Reply
  5. Caramba Ana, os últimos parágrafos foram emocionantes. Não sou pro como você mas quando estou terminando uma competição difícil por aqui eu sinto toda a emoção também e tudo passa pela cabeça! 🙂 Parabéns!

    Reply
  6. Aninhaaaaaaaaaaaaaa, ler isso é muito emocionante!ver toda dificuldade q vc enfrentou, a parte emocional e psicologica, os treinos inexplicavelmente intensos, a sua garra, determinação, força de seguir adiante e a própria prova, que é muito dura por si só! Obrigada por compartilhar essa historia conosco! Sou muito sua fã, cada dia mais! Bjs no coração!

    Reply

Post Comment

Translate »

Ao continuar no site, você está aceitando o uso de cookies. more information

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close